NEI ZIGMA, Cantor Brasileiro Radicado Na Finlândia, Lança Novo Single

DJ SOUND

NEI ZIGMA, Cantor Brasileiro Radicado Na Finlândia, Lança Novo Single

Nei Zigma é um cantor que traduz as cadências rítmicas do Brasil em imagens poéticas, abraçando muito bem as suas raízes.

Sua pluralidade artística reflete uma produção de canções carregadas de particularidades das nossas origens afroamerindias.

Depois do seu primeiro disco, “Linguagem dos Pássaros”, Nei Zigma apresenta seu novo trabalho, o single “Eu moro dentro de mim”, canção da poetisa Cristina Vilarinho que dá o nome ao EP do cantor e compositor.

“Eu moro dentro de mim” é uma produção que antecede ao isolamento social imposto no mundo há 3 meses, mas que conversa diretamente com a realidade que vivemos atualmente.

O poema, na interpretação do cantor, ganha arranjos cheios de ritmos e paisagens sonoras vindas do universo afrobrasileiro.

Ficha Técnica Banda:
André Lima – Teclados
Fábio Sá – Baixo
Guilherme Held – Guitarra
José Aurélio – Percussão
Rômulo Nardes – Percussão
Samuel Braga- Bateria
Convidado – Gustavo Ruiz – Guitarra
Data de lançamento: 19 de junho em todas as plataformas digitais
Edição e Distribuição: @yb
Foto: @leakomi
Arte: @tuiustencil e @sganza.art
Assessoria de comunicação e imprensa: @colourslivemusic

WEB – www.neizigma.com
Linktr.ee – ps.onerp,.com/1432156281
Facebook – https://www.facebook.com/Nei-Zigma-182096059150/
Instagram – https://www.instagram.com/nei_zigma

EP EU MORO DENTRO DE MIM (será lançado 14/7/2020) ………………………………

Em 2014 e 2015, foi convidado para uma turnê na Africa do Sul, Europa e Israel.

Com as performances musicais nasceram novas parcerias num intercâmbio espontâneo com
músicos dos lugares por onde passou.

Em Tel Aviv e Bruxelas, trechos do mesmo show foram difundidos em rede nacional pelos programas de rádio RTBF e EOL Radio.

Como resultado dessa experiência surgiu o EP EU MORO DENTRO MIM composto por 4 músicas do artista em parceria com poetas brasileiros e será lançado em 14 de Julho de 2020.

1- Barulho D’água (Claudia Schapira & Nei Zigma). A primeira faixa Barulho D’Água, é uma parceria com a dramaturga Claudia Schapira e tem as participações especiais de Emmi Kaasalainen e Martti Tolvanen, recitando o poema em finlandês.

2- I am the Water (Ivini Ferraz). A segunda faixa I Am the Water, é uma composição assinada pelo artista Ivini Ferraz.

3- Like a River (Osho Ashram). A terceira faixa Like a River, também em inglês, mantém uma cadência dançante presente em todo o trabalho entre funk, batida afro e rock progressivo.

4- Hey Little Man (In Rye / Nei Zigma). A quarta faixa Hey Little Man (In Rye) assinada pelo cantor, abre uma sequência de composições em inglês.

Todas as faixas tem em seus arranjos a presença dos músicos Fabio Sá (Baixo Eletrônico), Samuel Braga (Bateria), Romulo Nardes & Jose Aurélio (percussões) e André Lima (Keyboards).

Co-produzido com o guitarrista Guilherme Held, mixado por Bruno Buarque e masterizado por Felipe Tichauer.

SOBRE NEI ZIGMA………………………………………………………………………
Graduação Tecnólogo em Audiovisual (Animação) SENAC – 2014
Habilitação em Produção e Edição de Roteiro.

Storyboard. Criação e Direção de Audio em Trilhas para animação.

Produção de desenho. Desenho de Observação. Produção de animação em Flash.

Habilitação em Letras/Francês – Universidade Estadual de Londrina (1996-1999)

Formação em teatro Playback de Improviso – Atelier São Paulo Playback Theatre- SP, 2003 – 2014 – Desde 2003, desenvolve uma pesquisa na arte de improviso em teatro através da técnica Playback Theatre, com 1000 espetáculos realizados.

Fundada em meados dos anos 70 pelo ator americano Jonathan Fox, nos espetáculos, alguém da platéia conta um momento especial de sua vida e logo após a narrativa assiste sua história encenada pelos atores e o músico, que usa os sons como mais um ator em cena.

Estudo de canto Voz em Movimento com a cantora e mestra Madalena Bernardes 2009 a 2012

Frida Kahlo Calor & Frio apresentação no SESC São Caetano, 10 de maio de 2014
(direção Ismar Rachmann e Dramaturgia de Viviane Dias)
Show Linguagem dos Pássaros Prefeitura de São Paulo – Programa Cultura Livre Praça da Esperança Hospital das Clínicas – Produção e Direção de espetáculo Musical 07/03/2014

Caim – Espetáculo teatral em temporada de 17 de maio à 29 de junho de 2012 no Espaço Beta do SESC Consolação, onde assina a Direção Musical, compôs e executa a trilha sonora ao vivo junto ao musicista Gabriel Moreira. (direção Ismar Rachmann e Dramaturgia de Viviane Dias) Lanny Gordin (40 de carreira & 10 anos de Projeto Alpha) – novembro de 2011 Centro

Cultural Rio Verde – Produção e performance no show de homenagem ao guitarrista da tropicália junto a um time de artistas do atual cenário paulistano, resultando no vídeo documentário pela Tatanka Films & Vothi Produções “Mestres do Jogo”– Abril de 2010 – compôs e executou a Trilha Sonora ao vivo, cantando e tocando junto ao instrumentista Gil Duarte e assinando a Direção Musical – Espaço Beta SESC Consolação (direção Ismar Rachmann e Dramaturgia de Viviane Dias)

Projeto de Dança Afrobrasileira Mona Kavungo Em 2009, durante o período de 12 meses, foi responsável pela criação, produção e implantação do Espetáculo de Dança Afrobrasileira na ONG Ase Ylê do Hozooane em Parelheiros, pela Secretária Municipal do Meio Ambiente, com 30 jovens na periferia da cidade de São Paulo.

Iara – a sereia dos Rios – 2008 e 2009 – Composição e execução da Trilha sonora ao vivo
para Temporada do Espetáculo Iara – a sereia dos rios – Teatro Rimbaudt – SP – Direção:
André Bortolanza – Dharma Cia de artes.

Festival Internacional de Playback Theatre São Paulo (2007) Junto com a Cia. São Paulo
Playback Theatre, trabalhou na Produção do Festival na Casa de Portugal, onde foram recebidas delegações de diversos países para o Fórum sobre a técnica, com a presença do seu fundador, o ator Jonathan Fox.

Espetáculo de dança “O Rio“ Composição e execução da trilha sonora ao vivo para o espetáculo “O Rio”, integrando a mostra “O Masculino na Dança”, com o bailarino Thiago Antunes no Centro Cultural São Paulo em 2005.
FICA – Festival Internacional de Cinema Ambiental – Goiás Velho/GO 2003 – Performance ao vivo de trilha sonora para cinema mudo com a banda FALENA.