Música + Estilo + Comportamento

Search
Close this search box.
Evento

Musicistas, regentes e compositoras se apresentam (12 e 13/4) no Theatro Municipal de São Paulo

Espetáculo Aventuras Modernas nesta sexta (12) e sábado (13/4) com a Orquestra Sinfônica Municipal, destacam obras de compositoras mulheres, como Joan Tower, Germaine Tailleferre, Tania León e Marisa Rezende.

Fabrícia Medeiros @Heloisa Bortz

O resgate e o destaque do trabalho de compositoras e instrumentistas mulheres, muitas delas esquecidas ou apagadas historicamente, é um dos focos da programação do Complexo Theatro Municipal de São Paulo em 2024 e em abril. Dando continuidade a esses eventos, uma maestra e uma clarinetista tocam com a Orquestra Sinfônica Municipal nesta sexta e sábado, dias 12 e 13 de abril.

Camila Barrientos

A regente brasileira Fabrícia Medeiros, e a clarinetista e chefe de naipes da orquestra Camila Barrientos irão apresentar obras do compositor norte-americano Aaron Copland – “Fanfares for the Common Man” e seu concerto para clarinete” e as “Fanfares for the Uncommon Woman”, resposta da compositora Joan Tower dividida em seis partes e escritas entre 1987 e 2014. No mesmo concerto haverá ainda a apresentação de Petite suite pour petit orchestre, da compositora e pianista francesa Germaine Tailleferre e do francês Camille Saint Saens. O concerto Aventuras Modernas acontece na sexta (12/4) às 20h, e no sábado, (13/4), às 17h, na Sala do Conservatório, da Praça das Artes. Os ingressos custam R$33 (inteira), a classificação é livre para todos os públicos e a duração do concerto de 60 minutos (sem intervalo).

SOBRE O COMPLEXO THEATRO MUNICIPAL DE SÃO PAULO

O Theatro Municipal de São Paulo é um equipamento da Prefeitura da Cidade de São Paulo ligado à Secretaria Municipal de Cultura e à Fundação Theatro Municipal de São Paulo.

O edifício do Theatro Municipal de São Paulo, assinado pelo escritório Ramos de Azevedo em colaboração com os italianos Claudio Rossi e Domiziano Rossi, foi inaugurado em 12 de setembro de 1911. Trata-se de um edifício histórico, patrimônio tombado, intrinsecamente ligado ao aperfeiçoamento da música, da dança e da ópera no Brasil. O Theatro Municipal de São Paulo abrange um importante patrimônio arquitetônico, corpos artísticos permanentes e é vocacionado à ópera, à música sinfônica orquestral e coral, à dança contemporânea e aberto a múltiplas linguagens conectadas com o mundo atual (teatro, cinema, literatura, música contemporânea, moda, música popular, outras linguagens do corpo, dentre outras).

Oferece diversidade de programação e busca atrair um público variado. Além do edifício do Theatro, o Complexo Theatro Municipal também conta com o edifício da Praça das Artes, concebido para ser sede dos Corpos Artísticos e da Escola de Dança e da Escola Municipal de Música de São Paulo.

Sua concepção teve como premissa desenhar uma área que abraçasse o antigo prédio tombado do Conservatório Dramático e Musical de São Paulo e que constituísse um edifício moderno e uma praça aberta ao público que circula na área.

Inaugurado em dezembro de 2012 em uma área de 29 mil m², o projeto vencedor dos prêmios APCA e ICON AWARDS é resultado da parceria do arquiteto Marcos Cartum (Núcleo de Projetos de Equipamentos Culturais da Secretaria da Cultura) com o escritório paulistano Brasil Arquitetura, de Francisco Fanucci e Marcelo Ferraz.

Quem apoia institucionalmente nossos projetos, via Lei de Incentivo à Cultura: Nubank, Bradesco, IGC Partners, Lefosse, Banco Daycoval e Grupo Splice. Pessoas físicas também fortalecem nossas atividades através de doações incentivadas.
 

SOBRE A SUSTENIDOS

A Sustenidos é a organização responsável pela gestão do Conservatório Dramático e Musical de Tatuí, do Theatro Municipal de São Paulo e dos programas Musicou, Som na Estrada e MOVE (Musicians and Organizers Volunteer Exchange); e pelos festivais Ethno Brazil e Big Bang. Foi responsável pela gestão do Projeto Guri, programa de ensino musical, no litoral e no interior do Estado de São Paulo, incluindo os polos da Fundação CASA, de 2004 a 2021. Além do Governo de São Paulo, a Sustenidos, eleita a Melhor ONG de Cultura de 2018, conta com o apoio de prefeituras, organizações sociais, empresas e pessoas físicas. Instituições interessadas em investir na Sustenidos, contribuindo para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, têm suporte fiscal da Lei Federal de Incentivo à Cultura e do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FUMCAD). Pessoas físicas também podem ajudar. Saiba como contribuir no site da Sustenidos.

Quem apoia nossos projetos: Nubank, CTG Brasil, VISA, Bradesco, IGC Partners, Lefosse, Banco Daycoval, Bayer, Cipatex, Sicoob, Grupo Splice, Lei Paulo Gustavo e Microsoft.

Compartilhe

publicidade