Música + Estilo + Comportamento

Search
Close this search box.
Evento

Fábricas de Cultura abrem inscrições para uso dos Estúdios de gravação e mixagem

Interessados pelos serviços dos Estúdios podem agendar o uso do espaço nas unidades das zonas norte e sul, além de Diadema, a partir de 6 de fevereiro;

A data também marca o início das aulas dos cursos de artes, tecnologia e cultura do 1º semestre. As inscrições continuam abertas!

A partir de 6 de fevereiro, estarão abertas as inscrições para os Estúdios das Fábricas de Cultura das zonas norte (Brasilândia, Jaçanã e Vila Nova Cachoeirinha), sul (Jardim São Luís e Capão Redondo) e Diadema – programa da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo e gerenciado pela OS Poiesis.

Artistas como Jup do Bairro, Harlley, Sérgio Vaz, Tom Zé e Luedji Luna já gravaram produções nos estúdios das Fábricas de Cultura, espaços que são focados no público e aprendizes do Programa que buscam gravar e mixar músicas, podcasts e outros materiais em áudio. Os serviços são gratuitos.

Os Estúdios oferecem toda a estrutura profissional para a gravação, edição e mixagem de áudio, como salas com tratamento e isolamento acústico, computadores com softwares de áudio, mesas de som, monitores de áudio, microfones, fones de ouvido, bateria, amplificadores e cabeamento, além de dois técnicos de áudio profissionais em cada unidade.

Para utilizar o espaço, é necessário apresentar um documento com foto e preencher uma ficha de inscrição na recepção da unidade. Já a inscrição de menores de idades deve ser feita pelos responsáveis.

Depois, a equipe do Estúdio entrará em contato por e-mail ou telefone. Cada atendimento é realizado em sessões de quatro horas de duração e o foco é a gravação de faixas (singles). Os Estúdios não gravam EPs e álbuns completos. As gravações são realizadas durante o horário de funcionamento de cada unidade.

Quem gravar nos Estúdios das Fábricas de Cultura ainda pode se beneficiar da parceria com a distribuidora musical Tratore, que oferece aos artistas a distribuição de suas faixas nas principais plataformas digitais de música, sem a cobrança das taxas de cadastro. Saiba mais sobre o funcionamento dos Estúdios no site das Fábricas de Cultura.

Animação 3D, grafite, dublagem, guitarra e muito mais: inscrições abertas!

No dia 6, terça-feira, também terá início às aulas das Trilhas e Ateliês semestrais das Fábricas de Cultura das zonas norte e sul de São Paulo, Diadema e Osasco, que continuam com inscrições abertas para mais de 400 formações, todas gratuitas.

Os interessados podem se inscrever nos ateliês de criação, que duram um semestre e acontecem duas vezes por semana, e nas trilhas de produção, que duram de dois a quatro meses e ocorrem uma vez por semana. Há opções para todas as idades, a partir dos 6 anos, com encontros nos períodos da manhã, tarde e noite.

Para se tornar aprendiz das Fábricas de Cultura é necessário apresentar RG e comprovante de residência – no caso de crianças e adolescentes, os responsáveis precisam apresentar a documentação – na unidade do curso de interesse. No caso de estudantes, só é possível se inscrever nos cursos em contraturno escolar.

Todos os materiais necessários para as aulas são oferecidos pelas unidades. Os interessados podem se inscrever até 45 dias depois do início das aulas ou até o preenchimento das turmas. Todas as Fábricas de Cultura oferecem opções nas linguagens de Circo, Dança, Música, Teatro, Artes Visuais, Literatura e Escrita Criativa, Tecnologia e outros.

Zona norte

Na Fábrica de Cultura Brasilândia, por exemplo, tem o ateliê de Dança para o Projeto Espetáculo, formação em que o aprendiz passa por todas as etapas de pesquisa, criação e produção de um espetáculo integrando diversas linguagens artísticas. As aulas serão às quartas, sextas e sábados, das 14h às 16h45. Outra opção da unidade é o ateliê Jogos e Palavras, com encontros às quartas e sextas das 9h às 11h45, que oferece uma iniciação artística para crianças.

Ainda na zona norte, a Fábrica de Cultura Jaçanã oferece o ateliê de Prática de Banda, dentro do Projeto Espetáculo, com encontros às terças, quartas e sextas, das 14h às 16h30. Os aprendizes terão contato com diversos instrumentos visando a produção de uma obra colaborativa. Outra opção é o ateliê de Teatro para Crianças em que os aprendizes terão contato com os principais elementos da linguagem teatral, como improvisação e criação de personagens, através de brincadeiras. As aulas serão às quartas e sextas, das 9h às 11h45.

Já a Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha tem opções variadas para quem quer explorar a linguagem tecnológica. Na trilha de Jogos de tabuleiro no laboratório maker, os participantes terão a oportunidade de manusear as ferramentas e equipamentos, como corte a laser, impressora 3D e plotter para criar as próprias peças. As aulas serão às quartas, das 14h às 16h. E às terças, das 19h às 22h, acontece a trilha de Criação Poética e Sarau, com encontros literários para que os participantes aprendam sobre a identidade e a resistência dos poetas periféricos.
 

Zona sul

No ateliê de Websérie para Internet os aprendizes irão aprender sobre roteiro, direção de cena e gravação de seriados para a internet como meio de divulgação, além de explorar a construção de personagens. As aulas serão às terças e quintas, das 18h às 20h45. Já na trilha de Circo: Palhaço, que acontecerá às quartas, das 14h às 17h, os participantes terão contato com o universo circense para aprender as características da palhaçaria. Ambas as formações acontecerão na Fábrica de Cultura Capão Redondo.

A criatividade segue em destaque pela zona sul. Na Fábrica de Cultura Jardim São Luís é possível se inscrever no ateliê de Foto e Vídeo, com aulas às quartas e sextas, das 9h às 11h45. O curso ensinará técnicas de produção audiovisual, com foco na criação de documentários, fotonovelas, animações, radionovelas e videoclipes. Os interessados em poesia não podem perder o ateliê de Slam, com encontros às terças e quintas, das 18h às 20h45, que mostrará técnicas de declamação, respiração e apresentação de poesia falada.

Região metropolitana de São Paulo

A criançada poderá explorar os princípios e a diversidade da dança de forma divertida no ateliê de Danças urbanas para crianças, com aulas às quartas e sextas, das 9h às 11h45, na Fábrica de Cultura Diadema. Para os músicos, a unidade oferece o ateliê de DJ. Os aprendizes aprenderam a criar e reproduzir sets de músicas em diferentes estilos e velocidades para diversos públicos. As aulas serão às terças e quintas, das 18h45 às 21h30.
 

Na Fábrica de Cultura Osasco, artes e tecnologia são destaques da agenda de formações. Com o ateliê de Canto para iniciantes, os aprendizes aprenderão técnicas vocais e de afinação. Os encontros serão às terças e quintas, das 14h às 16h45. A trilha de Criação de Jogos para celular permitirá que os aprendizes coloquem em prática suas habilidade de programação e design de jogos ao aprenderem desde conceitos básicos a como publicar em lojas de aplicativos. As aulas desta formação serão às terças, das 17h30 às 20h30.

Confira todas as formações disponíveis em cada unidade no site do programa Fábricas de Cultura.

(Gratuito)

INSCRIÇÕES PARA OS ESTÚDIOS DE ÁUDIO

A partir de 6 de fevereiro | Presencial

Fim do agendamento: de acordo com a disponibilidade de cada Estúdio

INSCRIÇÕES PARA TRILHAS E ATELIÊS | 1º SEMESTRE

Vários horários | Presencial nas unidades

Fim das inscrições: 45 após o início das aulas ou preenchimento de todas as vagas

Saiba mais no site das Fábricas de Cultura.

Endereços:

Fábrica de Cultura Brasilândia | Avenida General Penha Brasil, 2508 | Telefone: (11) 3859-2300

Fábrica de Cultura Capão Redondo | Rua Bacia de São Francisco, s/n | Telefone: (11) 5822-5240

Fábrica de Cultura Diadema | Rua Vereador Gustavo Sonnewend Netto, 135, Centro – Diadema | Telefone: (11) 4061-3180

Fábrica de Cultura Jaçanã | Rua Raimundo Eduardo da Silva, 138 | Telefone: (11) 2249-8010

Fábrica de Cultura Jardim São Luís | Rua Antônio Ramos Rosa, 651 | Telefone: (11) 5510-5530

Fábrica de Cultura Osasco | Rua Santa Rita, s/nº, Jardim Rochdale – Osasco | Tel: (11) 3689-7600

Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha | Rua Franklin do Amaral, 1575 | Telefone: (11) 2233-9270

——-

Funcionamento das unidades: De terça a sexta, das 9h às 19h

Unidades Iguape e Vila Nova Cachoeirinha, das 9h às 21h.

Unidade Jaçanã, das 9h às 20h30

Unidade Osasco, das 9h às 21h (terças, quintas e sextas) e das 9h às 19h (quartas)

Sábados, das 9h às 17h

Domingos, das 12h às 17h

*Unidades Iguape e Diadema funcionam das 12h às 17h aos sábados e não abrem aos domingos.

Funcionamento das bibliotecas: De terça a sexta, das 9h às 19h.

Sábados e domingos: das 12h às 17h, com exceção de Capão Redondo (das 9h às 14h aos sábados). As bibliotecas de Iguape e Diadema não abrem aos domingos. Da unidade Iguape, sábados e feriados funciona das 9h às 17h
 

*Para conferir o horário exato de sua unidade, favor entrar em contato por telefone com a recepção.

Acessibilidade: as Fábricas de Cultura Vila Nova Cachoeirinha, Brasilândia, Jaçanã, Capão Redondo, Jardim São Luís, e Diadema, oferecem rampa de acesso para pessoas com mobilidade reduzida, elevador, sanitários acessíveis, piso tátil, equipamentos que permitem a leitura para pessoas com deficiência visual e motora, impressoras braille, leitor de audiobooks e acervo com mais de 191 exemplares em braille (livros e audiobooks), além de dicionário em Libras. A Fábrica de Cultura Osasco tem rampa de acesso, elevador e os recursos de acessibilidade na Bibliotech, enquanto a Fábrica de Cultura Iguape tem piso tátil nas escadas e elevador.

——

SOBRE O PROGRAMA FÁBRICAS DE CULTURA

As Fábricas de Cultura – programa da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo, gerenciado pela Poiesis – são espaços de acesso gratuito que promovem diversas atividades artísticas. Criadas com o objetivo de ampliar o conhecimento cultural por meio da interação com a comunidade, as Fábricas oferecem uma programação cultural diversificada. Nas unidades você encontrará cursos, atividades, bibliotecas e estúdios de gravação.

SOBRE A POIESIS

A Poiesis – Organização Social de Cultura é uma organização social que desenvolve e gere programas e projetos, além de pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais, voltados para a formação complementar de estudantes e do público em geral. A instituição trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.

Compartilhe

publicidade