“CHANGE”: Inédita de RITA LEE & ROBERTO de CARVALHO Para Dançar (E Refletir)

DJ SOUND

“CHANGE”: Inédita de RITA LEE & ROBERTO de CARVALHO Para Dançar (E Refletir)

Com produção de Gui Boratto, música chega às plataformas no dia 27 de setembro pela Universal Music.

Ouça e baixe:

Ouça e baixe aqui: https://ritalee.lnk.to/ChangePR

“Change la question pourquoi/ Change la question pourquoi pas”.

É com essa provocação que Rita Lee & Roberto de Carvalho abrem a nova música da dupla, “Change”, chega às plataformas à meia-noite do dia 27 de setembro.

À medida em que nosso filho João Lee foi nos mostrando o trabalho que fez de remixes de nossas músicas (o projeto “Classix Remix”), Roberto e eu ficamos brincando de fazer uma inédita, numa levada DJ.

E saiu ‘Change’.

O inusitado foi que a letra me veio em inglês com refrão em francês”, conta Rita sobre a canção, que vem passeando por questionamentos desses e de outros tempos.

Roberto dá ainda mais pistas das mudanças pelas quais a música passou para chegar até o público.

’Change’ faz jus ao título porque foi passando por várias mutações ao longo do tempo.

Começou a surgir há alguns anos no meu gravador mental, mais especificamente o refrão, fiquei assobiando durante um tempão até que resolvi gravar a demo no Logic (software de edição).

Fui desenvolvendo o restante da música aos poucos, até que chegou no ponto de mostrar para a Rita.

Imediatamente, o santo baixou, justamente no refrão.

E, surpresa, o santo era francês. E aí, ‘Change’ passou por um período de hibernação, até que nosso filho João surgiu com o projeto de remixes, em 3 volumes, e durante o processo veio a vontade de fazer alguma coisa que dialogasse com o eletrônico, com o ‘dance’, linguagens musicais que sempre vi como derivativas e importantíssimas no universo pop/rock.

E, com isso, ‘Change’, gravada, porém inacabada, voltou às paradas.

E aí entra o super hiper talentoso Gui Boratto, grande amigo do João, que achamos que seria o cara ideal para dar o toque de pirlimpimpim que estava faltando.

João fez a conexão.

Foi love at first sight. Rita se empenhou na continuação da letra.

E não há de ver que desta feita o santo baixou em inglês!!!

Gui veio em casa gravar os vocais de Rita, que ficaram incríveis, e passou um tempo reconfigurando, rearranjando a música. Passamos muitas horas ao telefone durante esse processo.

No final, ficou mágico.

Química perfeita!

Voilà!”.

Aproveito o depoimento de Roberto para lembrar que a dupla já passeia pelas pistas desde o início da parceria – quando misturaram, entre outros ritmos, Rock, Pop, Disco e Carnaval, conquistando plateias do mundo todo.

Gui Boratto – que remixou “Mutante” e “Pega rapaz” para o projeto “Classix Remix” – se tornou o responsável pela vibe das pistas de “Change”.

A faixa  será também lançada no formato imersivo Áudio Espacial/Dolby Atmos, nas plataformas que já disponibilizam o formato, atualmente Apple Music e Tidal.

Boratto admite o nervosismo ao receber o convite para trabalhar com duas sumidades da música planetária.

Deu nervoso, claro.

Muito nervoso…

Mas, antes de iniciar, conversei com o Roberto e com a Rita e eles me disseram que tinham feito essa música inédita, já com um pré-arranjo.

Ele me mandou esse material e a partir daí foi um processo muito gostoso.

Levei um pequeno equipamento no estúdio da casa deles, quando gravamos os vocais.

A Rita escreve e canta em várias línguas – com pronúncia maravilhosa.

E, depois dessa gravação, fomos batendo bola.

Gravei alguns instrumentos em casa e fomos levando em um processo sem pressão.

Uma troca.

E saiu essa música maravilhosa, que tem tudo a ver com o momento do mundo”.

O mais recente álbum de inéditas da dupla Lee & Carvalho é o “Reza” (2012).

Desde então, a gente estava sedento por material novo.

A voz da Rita é sempre um bálsamo.

E dá uma alegria enorme sempre que o casal nos presenteia com uma música nova.

Outro presente é o clipe, gravado em agosto e dirigido por Otavio Luciano e Luciana Ferraz.

Seja para dançar, para curtir ou para refletir, Rita & Roberto nos surpreendem mais uma vez.

E deixam, claro, aquele gostinho de quero mais.

*Guilherme Samora é jornalista, editor e estudioso do legado cultural de Rita Lee.