XFOUR, artista da nova geração promete agito em 2019

DJ SOUND

XFOUR, artista da nova geração promete agito em 2019

A música eletrônica esta em avanço no Brasil, a prova cabal é o número cada vez maior de novos DJs e produtores musicais que vão ocupando espaço ou mesmo tomando de assalto seu espaço na cena graças ao talento e trabalho de equipe.

Há anos artistas do segmento em sua maioria nomes internacionais transformaram suas carreiras em negócios onde a música e sua imagem são se tornam um produto (só desatentos não prestaram atenção desde os primórdios na música em geral sobre isso).

Nesse escalão o paulistano sob alcunha de XFOUR (grafia em letras maiúsculas, como a dupla feminina de irmãs NERVO), é um dos nomes que pretende fincar bandeira no terreno da Dance Music.

O DJ e produtor musical oriundo do ABC paulista esta disposto a encarar o desafio e mostra calibre com produções apuradas e uma equipe no suporte digno dos melhores agentes do mundo.

XFOUR acaba de lançar seu primeiro single “Don´t Leave Me This Away” (ouça no Spotify pelo link: https://open.spotify.com/album/4DXXOopzk03dmKFB3ITcCP), pelo selo DJ Sound Music (www.instagram.com/djsound_music || https://www.facebook.com/djsoundmusicrecords), na major Warner Music (lar de nomes graúdos como Alok, Clean Bandit, David Guetta, Gorillaz, Hardwell, Robin Schulz, Pet Shop Boys, Vintage Culture, entre tantos outros, e da poderosa Spinnin Records holandesa comprada pela Warner em 2017, leia mais: Spinnin Records holandesa)

Batemos um papo com a fera confira:

XFour

Fale um pouco do seu primeiro contato com a música no geral, e o contato com a música eletrônica?

XFOUR: Meu primeiro contato com a música foi em casa mesmo, meus pais sempre ouviam músicas nos estilos sertanejo, MPB e por aí vai.

Já a minha primeira vez com a música eletrônica foi quando ouvi “Tony Igy-Astronomia”.

Onde aprendeu a sua técnica DJing? E como foi seu aprendizado na cultura clubbing vivenciada fora do Brasil?

XFOUR: Eu comecei em buffets infantis, aos 13 anos, e depois fui para uma escola profissional, a DJ Ban.

Após isso, tive a experiência de aprender com o DJ Marcelo Noya, que ficou 20 anos tocando no Japão.

Qual sua visão de um produtor musical e DJ num mercado cada vez mais competitivo como o do Brasil?

XFOUR: Isso é ótimo, porque de certa forma o mundo começa a olhar mais para o cenário brasileiro.

Um ajuda ao outro, assim, isso nos desafia mais para sermos melhores e para fazermos músicas de qualidade.

Além disso, cada nova música tem de ser muito bem-feita, porque se você dormir no ponto, alguém vai te passar.

Qual o set-up atual do seu estúdio?

XFOUR: Um Macbook Pro e um mini, um par de Edifier 2.0 24W R1000T4, um teclado da Native e uma controladora XDJ-RX 1.

Qual a decisão mais importante na sua vida para dedicar-se a música de forma profissional?

XFOUR: Trocar todos os meus sonhos momentâneos comuns para as pessoas da minha idade, como carro, viagens ou um intercâmbio, pela carreira e dedicação.

A partir de que momento passou a planejar sua carreira? Recorreu a algum profissional para lhe orientar?

XFOUR: No primeiro ano do projeto.

Recorri ao coaching Sandro Donizete Ferreira, que continua comigo até hoje.

Descobrindo os meandros da profissão o que lhe motivou, qual foi sei maior desafio até aqui?

XFOUR: O que me motivou foi que eu posso fazer as três coisas que mais gosto no mundo: produzir, tocar e viajar.

Meu maior desafio eu diria que é diário, pois todos os dias eu tento fazer uma música melhor que a última, o que também acaba me motivando.

E o seu maior mind set no segmento até o momento, qual foi?

XFOUR: De que eu preciso fazer mais. De que eu tenho que ser grande e vou ser!

Quais são os seus planos atuais?

XFOUR: Fazer grandes parcerias e músicas boas.

Hoje, meu foco e planos estão totalmente voltados para a minha carreira.

Aonde quer estar nos próximos cinco anos?

XFOUR: Quero estar entre os melhores, ser conhecido nacionalmente e internacionalmente.

Qual sua análise sobre o mercado atual de música eletrônica?

XFOUR: Acho que está muito bom, mas pode melhorar. Creio que estejamos em uma época de muito “copiar e colar”.

Temos que ter cuidado com isso, para não comprometermos o mercado.

Quais os seus maiores diferenciais para o mercado de música eletrônica na sua visão?

XFOUR: A forma como produzo. Dentro do mercado brasileiro em massa só o meu estilo já é um diferencial.

Hoje a maioria produz Brazilian Bass, já eu produzo House, Progressive House.

XFour, DJ Produtor Musical no selo DJ Sound Music pela Warner Music & Spinnin Rec

Qual foi seu primeiro disco?

XFOUR: O “Dream”!

Qual foi a primeira música que te impactou de fato?

XFOUR: A “Leave This Word Behind” do Swedish House Mafia.

Tem algum hobby fora música?

XFOUR: Carros, jogos e assistir a documentários.

Um sonho já realizado na vida?

XFOUR: Ter me tornado um DJ/Produtor profissional.

Um sonho a ser realizado?

XFOUR: Ser o melhor DJ/Produtor do mundo!

Uma frase que resuma sua pessoa e lifestyle?

XFOUR: “Seja você quem for, seja qual for a posição social que você tenha na vida, a mais alta ou a mais baixa, tenha sempre como meta muita força, muita determinação e sempre faça tudo com muito amor e com muita fé em Deus, que um dia você chega lá.

De alguma maneira você chega lá” – Ayrton Senna.

Links oficiais do XFour:

Facebook:XFour.official

Instagram:XFour.official

Tweeter:XFour.official

Youtube:XFour

Site: www.xfour.com.br

by Gonçalo Vinha

Print Friendly, PDF & Email

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.