WME Conference encerra 3ª edição e anuncia criação de festival 100% feminino

DJ SOUND

WME Conference encerra 3ª edição e anuncia criação de festival 100% feminino

Evento, que aconteceu no último fim de semana, reuniu cerca de 6 mil pessoas espalhadas entre shows, palestras e workshops.

Neste fim de semana, de 22 a 24 de março, o Centro Cultural São Paulo, o Club Jerome, o Jazz nos Fundos e a House of Bubbles foram palco para a terceira edição da WME Conference, evento focado em música, negócios e tecnologia, que reuniu mais de 6 mil pessoas na programação de palestras, workshops e shows.

As idealizadoras Claudia Assef e Monique Dardenne aproveitaram o evento para anunciar a criação de um festival com line-up 100% feminino que deverá acontecer em 2020.

Com a proposta de ser cada vez mais plural, a terceira edição do evento contou com um número maior de participantes trans, negras e refugiadas, não só na programação musical, que teve artistas como Paula Lima, Josyara, Linn da Quebrada, Anelis Assumpção, Lei di Dai e Mahmundi, mas também como parte integrante da equipe de produção e palestrantes.

Paula Lima

A WME Conference abordou discussões sobre gênero, sustentabilidade, composição, entre outros temas, e, não por acaso, os painéis com o maior número de público foram:

O Feminino além do RG, com a presença de Ledah Martins, Mulher Pepita, Candy Mel e Raquel Virgínia (As Bahias e a Cozinha Mineira); Spotify apresenta discografia WME com Karol Conka, Julia Branco, Luiza Lian e Maria Rita Stumpf; Inspiração x Composição e um dos mais disputados, O Som das Refugiadas, composto pelas integrantes do grupo Santa Mala (Bolívia) e pela palestina Oula Al-Sagir.

“Sentimos um amadurecimento do público, cada vez mais interessado em adquirir conhecimento, trocar informações e ampliar horizontes para além dos estereótipos.

Houve também do nosso lado uma preocupação em incluir cada vez recortes do feminino, por isso este ano complementamos mais mulheres trans, refugiadas, terceira idade e negras, que sempre ocupam grande parte da programação, tanto no Awards quanto na Conference.”, diz Claudia Assef, uma das idealizadoras do WME.

Em relação aos workshops, os que mais atraíram o público foram:

as marcas podem resolver o seu problema de grana – ministrado pela Fátima Pissarra, criadora da Music2, o Music Content como amplificador da estratégia Digital, conduzido por Samantha Almeida, diretora de marketing e comunicação da Music2, além do workshop sobre Booking artístico, com Fabiana Lian, da escola OnStage Lab.

No domingo, dia 24, foi realizada a festa de encerramento gratuita na House of Bubbles, com parte da rua Dr. Virgílio de Carvalho Pinto fechada para o evento.

Festa de encerramento

WME_CONFERENCE 2019
22/03/2019 CCSP-Centro Cultural SP
painel: APRENDA A ARTE DA DISCOTECAGEM
CONVIDADA: MIRIA ALVES

O line-up contou com a rainha do Dancehall Lei Di Dai com suas rimas malemolentes, dois furacões do novo Rap nacional, as cantoras Bivolt e BrisaFlow, e Linn da Quebrada que tocou em São Paulo depois de um aclamado show em Berlim.

O Indie Rock ficou a cargo da banda Carne Doce e coroou o encerramento da WME Conference, com milhares de pessoas dançando na rua.

SOBRE O WME

Com o intuito de ser tornar o eixo central em torno dos eventos focados no universo musical feminino que surgem a cada dia no Brasil, o Women’s Music Event (WME) é uma plataforma de música, negócios e tecnologia vista por uma perspectiva feminina.

Criada por Claudia Assef e Monique Dardenne em 2016, a plataforma estreou offline em março de 2017 com um evento em São Paulo, que atraiu mais de 1.000 pessoas em painéis de debate, workshops, shows e festas.

Em 2018, o mesmo evento atraiu 6.000 pessoas, apresentando um crescimento fantástico.

Em 2017 e 2018, o WME Awards se firmou como a primeira premiação brasileira voltada para as mulheres na música, e reuniu as principais profissionais do mercado em suas duas primeiras edições.

Na internet, a plataforma mantém conteúdos em vídeo como o programa WME Sessions, com versões intimistas de shows de artistas brasileiras, além de matérias e entrevistas com profissionais da indústria e artistas.

pics by colab. Melissa Haidar, Sidney Lopes

Print Friendly, PDF & Email

Comente