WCnoBeat lança clipe de “Hoje Tem” com Filipe Ret e MC Davi

DJ SOUND

WCnoBeat lança clipe de “Hoje Tem” com Filipe Ret e MC Davi

Na última sexta-feira, WCnoBeat divulgou seu novo single “Hoje Tem”, com as participações de Filipe Ret e Mc Davi.

Nesta segunda-feira (12), o artista disponibilizou o videoclipe da faixa.

Com referência ao Baile da Gaiola, a música traz também uma mensagem de apoio ao DJ Rennan da Penha, em trecho que segue dizendo:

Rennan da Penha o povo te ama, sem liberdade não tem alegria”.

Confira: https://smb.lnk.to/WCNoBeatHojeTem

Assista:

O DJ/produtor, um dos ícones do TrapFunk, sempre conta ao menos com um feat de Rap e um de Funk em seus sons, dessa vez convidou o funkeiro MC Davi e o rapper Filipe Ret para a faixa. Sobre as participações ele conta: “convidei meus amigos que sou fã Filipe Ret e Mc Davi pro som, e eles chegaram quebrando”. Já o clipe, como descrito por WC, “vem pra deixar o trampo mais forte ainda”.

WCnoBeat se diz feliz com a nova música:

“Esse projeto ‘Hoje tem’ tem me deixado muito animado e ansioso, porque o som está realmente muito bom.

Escuto com a galera do estúdio, mostrei pra minha equipe, escuto na van e é uma unanimidade”.

“’Hoje tem’ termina o ciclo [18k] que mudou minha vida e abre os caminhos pro novo disco que chega ainda esse ano.

É um divisor de águas, vocês não podem perder”, comenta o dono do sucesso “Nossa Que Isso”, com Djonga, Karol Conka entre outros, que acumula mais de 6.9 milhões de visualizações no YouTube e foi indicado ao Miaw MTV.

Sobre WCnoBeat:

Integrante da Medellin Records, que assinou com a Sony Music no final de 2018, WCnoBeat é o codinome do produtor capixaba Weslley Costa.

Com um estilo único, ele aposta no TrapFunk e vem inovando a cena do Rap.

No último ano, o produtor lançou seu primeiro álbum, intitulado “[18K]”, com participação de nomes do funk e do Rap.

O trabalho já conta com mais de 250 milhões de execuções, juntando YouTube e Spotify.

WC também já trabalhou com nomes como Marcelo D2 e MC TH e atualmente reside no Rio de Janeiro, onde faz uma média de 30 shows por mês.

Print Friendly, PDF & Email

Comente