Rock in Rio 2019: New Dance Order lança playlist especial para o festival

DJ SOUND

Rock in Rio 2019: New Dance Order lança playlist especial para o festival

Rock in Rio fará sua maior edição e está contando os dias para viver toda a experiência que a Cidade do Rock oferece.

Ao todo, serão 17 novos espaços de atrações, como o New Dance Order, com uma cenografia impactante e uma narrativa futurista, colocará a dance music como o centro das atrações.

E para esquentar o público e já entrar no clima dançante, o festival disponibilizou uma playlist no “Spotify” com alguns dos principais nomes que se apresentarão, como Alesso, Infected Mushroom, The Martinez Brothers, Robin Schulz e muito mais.

Na playlist, o ouvinte terá acesso a produções atuais que estão estourando nas pistas do mundo e poderão ser ouvidas no palco do New Dance Order.

O diretor artístico Claudio da Rocha Miranda Filho, responsável pela escolha das músicas, ressalta:

“Neste ano de lançamento, escolhemos artistas com sonoridades mainstream, populares no Brasil e no mundo, que atraiam muitos fãs e que também tenham abertura e diálogo com multigêneros musicais, traduzindo o nosso conceito”.

Na lista o público poderá conferir entre outras produções:  My Life Is Going On, da série La Casa de Papel, Remix do Alok (Palco Mundo – 27/09), Jetlag (NDO – 05/10), Hot-Q e WADD. Música da Cecília Krull e Juan Manuel Santisteban; Is That For Me – parceria do Alesso (NDO – 05/10) com Anitta (Palco Mundo – 05/10); Remix da Great Spirit do Vini Vici (NDO -06/10). Antes do festival, serão lançadas ainda outras playlists com mais destaques da música.

Para ouvir a playlist, basta acessar:

Sobre o New Dance Order

O conceito vai muito além do que a antiga Eletrônica oferecia aos seus visitantes.

O novo New Dance Order virá completamente reformulado e tecnológico, em um projeto diferenciado, estabelecendo a conexão entre o ser humano e a música, a partir das sensações vividas naquele ambiente.

A Dance Music será o centro das atenções. As batidas serão variadas – “Quase todos os gêneros têm suas versões dançantes, do Indie ao Pop, do reggae ao Hip Hop, do Rock ao Samba, passando pelo House, Trance e Tecnho, tradicionais da cultura Dance”.

A música de pista promete não deixar ninguém parado.

O conteúdo também será um diferencial.

O New Dance Order contará uma história de ficção apresentada em capítulos, onde o episódio 01 é a própria edição de 2019 e a cada edição do festival, um novo episódio será apresentado.

Um misto de realidade, fantasia e possíveis futuros – a narrativa se passa em 2085, 100 anos após o nascimento do Rock in Rio.

Nesse contexto, o espaço levantará possíveis questões e desafios do futuro, uma época na qual a inteligência artificial e os algoritmos impactarão na forma como viveremos e nos relacionaremos com outros seres humanos.

Uma espécie de Live Series que começará a ser contada antes mesmo do festival, nas redes sociais e canais de comunicação do Rock In Rio, e transmitida em tempo real no imenso projeto de LED screen e performances humanas que relevarão o primeiro capítulo da série NDO.

Sobre o Rock in Rio

O Rock in Rio é o maior evento de música e entretenimento do mundo.

Criado em 1985, nasceu com a missão de transformar as pessoas e o mundo a partir da música.

Após 34 anos, o evento é parte relevante da história da música mundial e uma plataforma de comunicação que amplifica discursos e usa o poder de sua marca como força motriz para atingir seu compromisso na construção de um mundo melhor.

O poder de alcance do Rock In Rio tem números impactantes.

O evento já soma 19 edições, 112 dias e 2.038 atrações musicais.

Ao longo destes anos, mais de 9,5 milhões de pessoas passaram pelas Cidades do Rock.

Em 2017, 143 milhões de pessoas foram alcançadas por conversas espontâneas sobre o Rock in Rio e, somente durante os dias de evento, foram 41,9 milhões de visualizações de vídeos nas redes.

Nascido no Rio de Janeiro, o Rock in Rio conquistou não só o Brasil como, também, Portugal, Espanha e Estados Unidos, sempre com a ambição de levar todos os estilos de música aos mais variados públicos.

Consciente do poder disseminador da marca, o Rock in Rio pauta-se por ser um evento responsável e sustentável.

Em 2001, reafirmou seu compromisso de mostrar às pessoas que pequenas atitudes do dia a dia são o caminho para fazer do mundo um lugar melhor para todos.

Em 2013, foi reconhecido por seu poder realizador ao receber a certificação da norma ISO 20121 – Eventos Sustentáveis.

Gerou 212,5 mil empregos diretos e indiretos em todas edições, mais de R$ 100 milhões investidos em causas e a construção de um legado positivo para as cidades por onde passa – formou 3.200 jovens no ensino fundamental, no Rio de Janeiro; colocou 760 painéis solares em escolas públicas, em Portugal; e montou 14 salas sensoriais em ONGs para atender crianças com deficiências mentais e visuais.

Os investimentos são provenientes da venda de ingressos e de ações promovidas junto aos parceiros.

Em 2016, foi a vez de anunciar o projeto do Rock in Rio Amazonia Live, que já garantiu a restauração de mais de 73 milhões de árvores e acontece em todas as edições do evento até 2019.

Além disso, desde 2006, o Rock in Rio se compromete a compensar 100% das emissões de CO2 do evento — com auditoria da Delloite — e investiu num plano de redução de emissões, que incluiu a elaboração de um manual de boas práticas para patrocinadores e fornecedores, o qual vem sendo aperfeiçoado a cada edição e é utilizado até hoje em todos os países onde é realizado.

Print Friendly, PDF & Email

Comente