Red Bull Station retorna com duas exposições e show do bloco Ilú Obá de Min

DJ SOUND

Red Bull Station retorna com duas exposições e show do bloco Ilú Obá de Min

A obra “Aceita?” e a instalação “Construção de Valores” abrem a programação de 2017 no centro de São Paulo.

A partir do dia 04 de fevereiro, o Red Bull Station retoma suas atividades com duas exposições: “Aceita?”, do artista e pesquisador de cultura afro-brasileira Moisés Patrício, e “Construção de Valores”, de André Komatsu, artista paulistano que já expôs em feiras e museus na Espanha, Reino Unido, Itália e Japão.

Na primeira — uma série fotográfica que começou no Instagram –, Moisés retrata conflitos cotidianos, literalmente, com as próprias mãos, fotografando-se enquanto segura objetos encontrados em ambientes que frequenta.

Obra – “Aceita”

Já em sua instalação, Komatsu agrupa cópias de verbetes e fotografias em pilhas temáticas ao passo em que posiciona ventiladores industriais frente a cada bloco de papéis.

A ideia é reorganizar cada folha de maneira horizontal, desestabilizando a construção.

“Aceita?” e “Construção de Valores” estarão em cartaz, respectivamente, na Galeria Principal e Galeria Transitória do Red Bull Station até o dia 4 de março (sábado).

Na ocasião também haverá uma apresentação do Bloco Afro Ilú Obá de Min, às 17h30, na calçada do Red Bull Station.

O projeto idealizado na cidade de São Paulo tem como premissa promover através de seus projetos as culturas afro-brasileira e africana, desenvolver atividades para o empoderamento da mulher, fortalecimento das relações étnico-raciais e de enfrentamento do racismo, sexismo, discriminação, preconceito, intolerância religiosa e homofobia.

Ilú Obá de Min

Serviço Red Bull Station:
Endereço: Praça da Bandeira, 137 – Centro
Horário de funcionamento: De terça a sexta, das 11h às 20h // Sábado das 11h às 19h
Toda a programação do Red Bull Station é gratuita

Sobre o Red Bull Station
Localizado em um prédio de 1926, no centro de São Paulo, o Red Bull Station ocupa a antiga subestação Riachuelo, desativada desde 2004 e tombada como patrimônio histórico pelo Conpresp.

Com foco em projetos experimentais de arte, música e tecnologia, os cinco andares do Red Bull Station contam com estúdio de música, um projeto permanente de residência artística, três espaços expositivos, um terraço e uma cafeteria.

O espaço tem acesso gratuito e integra diferentes expressões artísticas, que se misturam em tempo real num ambiente que permite a troca contínua entre artistas e as pessoas que estiverem por lá.

Os projetos têm como ponto em comum a valorização do processo, a experimentação e a formação de artistas com inúmeros workshops e palestras na programação.

Para mais informações sobre a programação, consulte a agenda no site RED BULL STATION.

Print Friendly, PDF & Email

Comente