Depeche Mode, gigantes a cores em nova tour, em Estocolmo

DJ SOUND

Depeche Mode, gigantes a cores em nova tour, em Estocolmo

O Depeche Mode esta energizado nos 220 volts e a toda!

Em (05/maio), os ingleses deram largada para seu mais novo tour mundial, a “Global Spirit” (leia mais: http://www.djsound.com.br/depeche-mode-inicia-tour-mundial-com-grande-merchandising/), na Friends Arena, em Estocolmo na Suécia.

O efeito depechemodiano é assim: ingressos esgotados (total de 45 mil), na impressionante arena de teto retrátil, que pode receber até 50 mil pessoas em eventos como shows, e 65 mil em jogos de futebol.

Martin Gore

A abertura do show coube ao grupo The Raveonettes que fez um esquenta dos bons, mas deixou a plateia irrequieta para o que de fato aguardavam. A s luzes se apagam e entrada do show fez ecoar um coro em uníssono do público, até a banda subir ao palco para mais de duas horas de show, dividido em duas partes.

O repertório do tour é calcado no álbum “Spirit” recém-lançado pela gravadora Mute/Sony Music, mas não faltaram hits clássicos como “Enjoy The Silence”, “Never Let Me Down Again”, com direito a uma bela cover de “Heroes” de David Bowie, que deve figurar como bônus track de um dos próximos singles, e o encerramento com “Personal Jesus”.

Martin Gore tem os seus momentos solo garantidos, para variar, e assume as rédeas da plateia ao interpretar “Home”, “A Question Of Lust” e “Somebody”.

Aproveitando a deixa é preciso explicar aos iniciado s ou aos fãs do Depeche Mode que Dave Gahan exigiu há mais de sete anos que os álbuns do Depeche Mode tivessem letras compostas por ele, e não unicamente por Martin Gore, foram essas farpas ora resolvidas que estremeceram os caminhos deste grupo que melhor define a junção da música Eletrônica ao Rock há mais de três décadas.

Dave Gahan

O vocalista Dave Gahan detém um carisma imediato levando a plateia nos dedos e a cada movimento seu no palco, sempre irreverente, e com as clássicas reboladas, ele chegou a empunhar uma bazuca de gelo seco e disparou diversas vezes a direção da plateia entusiasmada do início do fim.

Depeche Mode em Estocolmo – Suecia

Os gráficos do telão produzidos, como sempre, pelo fotografo e cineasta Anton Corbjin, amigo de longa data impressionam pelos tons coloridos, e flertaram muito bem com o clima “mais Dark” e intimista de outras imagens, onde cada música ganhou uma roupagem videoclipe, cenário ideal para o gigantismo nada modesto do Depeche Mode, provando que de passageiro não tem, nada e o tempo que se passou (são 36 anos de banda!), só os torna cada vez melhores.

destaques do set list do Show de Depeche Mode em Estocolmo – Suecia

Global Spirit Tour, na Suecia

Dave Gahan

Confira alguns vídeos da performance do primeiro show da novo tour do Depeche Mode:

“Intro + Going Backwards”

“So Much Love”

“Where´s The Revolution”

“Wrong”

“Enjoy The Silence”

“Never Let Me Down Again”

“Heroes” (David Bowie cover)

“Personal Jesus”

by Gonçalo Vinha

pics by especial Evgeny Kuleshov

Print Friendly, PDF & Email

Comente