Darick Gyorgy, em busca de caminho com “Keep On Dancing”

DJ SOUND

Darick Gyorgy, em busca de caminho com “Keep On Dancing”

O produtor musical e DJ Darick Gyorgy, paulista da gema, é um dos nomes mais irrequietos da cena de música eletrônica brasileira.

Há anos pilota suas máquinas no estúdio em prol da música.

Darick sempre buscou explorar sonoridades mistas na Dance Music, tentando consolidar um estilo, e a versatilidade chega a surpreender, atualmente foca mais no House.

Nos últimos tempos a produção musical lhe tomou mais tempo em detrimento do número de apresentações, no entanto viagens regulares para Amsterdã o aproximaram mais do mercado global da Dance Music.

Seu toque de produtor musical deu um belo verniz as produções de outro artista,

Malifoo, com lançamentos pela gravadora Armada de Armin Van Buuren e Spinnin Records que deu ao mundo “Animals” de Martin Garrix.

Após dezenas de lançamentos, Darick Gyorgy, agora debuta com um single de calibre; “Keep On Dancing” pelo selo DJ Sound Music (www.instagram.com/djsound_music || https://www.facebook.com/djsoundmusicrecords), na major Warner Music (lar de nomes graúdos como Alok, Clean Bandit, David Guetta, Gorillaz, Hardwell, Robin Schulz, Pet Shop Boys, Vintage Culture, entre tantos outros, e da poderosa Spinnin Records holandesa comprada pela Warner em 2017, leia mais: Spinnin Rec Warner Music). Ouça “Keep On Dancing” em todas as plataformas digitais e veja o videoclipe no canal da Warner Music Group:

Batemos um papo com a fera confira:

Comente sobre o seu primeiro single “Keep On Dancing” lançado pelo selo DJ Sound Music na Warner Music?

A ideia de “Keep On Dancing” começou no meu home Studio em São Paulo, quando estava procurando fazer uma musica com a cara do verão.

O processo criativo da música foi rápido, já tinha uma ideia formada em ter uma linha de bass com synth mais aberto e um sax para completar.

Após finalizar a base enviei a faixa ao americano Chad Gerber no qual já havia feito outros trabalhos em estúdio, porém seguindo uma linha de som mais voltada ao indie e diferentes desta faixa. ele curtiu e no mesmo dia me enviou me enviou o vocal.

Fale um pouco do seu primeiro contato com a música no geral, e o contato com a música eletrônica?

Com a música no geral desde pequeno ficava ouvindo radio com a minha mãe na cozinha de casa, e meu pai tinha muitos discos desde rock ao pop.

O primeiro contato foi através deles sem duvida.

E com a música eletrônica foi através dos meu irmãos que frequentavam clubs e festas na região e acabavam trazendo os CD´s  com as musicas que tocavam.

Onde aprendeu a sua técnica DJing? E como foi seu aprendizado na cultura clubbing vivenciada fora do Brasil?

Aprendi com alguns amigos e o mestre Ricardo Guedes, que infelizmente não esta mais entre nós.

Tive vários professores e aprendi com muitos amigos.

Fora do Brasil, vivenciei ótimas experiências, uma delas foi tocar no Ultra Music Festival em Miami, No Between Us em Buenos Aires e sessões  épicas em Amsterdã e Los Angeles.

Qual sua visão de um produtor musical e DJ num mercado cada vez mais competitivo como o do Brasil?

A minha visão e que temos ótimos profissionais hoje no mercado nacional. Muito competentes e conquistando cada vez mais espaço fora do Brasil em diversos segmentos.

Vejo que em alguns anos seremos ainda mais fortes no mercado fonográfico mundial.

Qual o set-up atual do seu estúdio?

Mac book Pro, Placa Apollo Twin MkII uad, Teclado Midi, Monitores Adam A7X, Microfone Akg e Blue Spark.

Qual a decisão mais importante na sua vida para dedicar-se a música de forma profissional?

Fazer o que amo e ser feliz.

A partir de que momento passou a planejar sua carreira? Recorreu a algum profissional para lhe orientar?

No começo foi fluindo naturalmente, hoje tenho algumas pessoas que me aconselham.

Darick Gyorgy

Descobrindo os meandros da profissão o que lhe motivou, qual foi seu maior desafio até aqui?

Os desafios são diários, em todas profissões. Mas a recompensa é o que vale.

Quais são os seus planos atuais?

Divulgar as novas faixas que vão explorar outras sonoridades que venho testando.

Aonde quer estar nos próximos cinco anos?

E difícil falar onde quero estar, são muitos planos que estão se concretizando a cada dia.

Quero estar de bem com minhas produções e alcançar o máximo de pessoas possíveis com isso.

Vou deixar a vida se encarregar do resto.

Qual sua análise sobre o mercado atual de música eletrônica?

Um mercado que esta em evolução diário.

O DJ  hoje divide o mesmo espaço de grandes bandas, em festivais que o foco principal não e a música eletrônica.

A profissão chegou a um nível de respeito muito alto e acredito que a tendência seja sempre melhorar, pelo menos espero isso.

Quais os seus maiores diferenciais para o mercado de música eletrônica na sua visão?

Fazer algo autêntico e fazer bem.

 

Qual foi seu primeiro disco?

Square Heads “Happy”

Qual foi a primeira música que te impactou de fato?

Underworld “Born Slippy”

Tem algum hobby fora música?

Viajar.

Um sonho já realizado na vida?

Tocar no Ultra Miami.

Um sonho a ser realizado?

Grammy

Uma frase que resuma sua pessoa e lifestyle?

Tudo é tudo e nada é nada.

Links oficiais:

Facebook:

https://www.facebook.com/darickfanpage/

Instagram:

https://www.instagram.com/darickgyorgy/

Tweeter:

https://twitter.com/darickgyorgy

Youtube:

https://www.youtube.com/darickgyorgy

Soundcloud:

https://soundcloud.com/darickgyorgy

by Gonçalo Vinha

Print Friendly, PDF & Email

Comente