D.Side 2.0 reúne quatro mil pessoas no Village Canindé-SP

DJ SOUND

D.Side 2.0 reúne quatro mil pessoas no Village Canindé-SP

Label de festas do D-Edge em parceria com núcleo The Hole se solidifica e confirma 3a edição para 2019!!!

A segunda edição do D.Side label de festas do D-Edge organizado em parceria com o núcleo The Hole, mais uma vez reuniu alguns dos principais nomes do cenário Techno mundial.

Foram nove atrações, se revezando em dois palcos com uma super estrutura, durante 12 horas de programação.

A noite começou cedo, e a partir das 22h Daniel U.M já havia iniciado os trabalhos no palco D.Side, o mainstage do festival.

Daniel explorou a fundo sonoridades minimalistas e construiu uma atmosfera perfeita para a sérvia Tijana T, que entrou na sequência adicionando uma característica mais densa no ambiente de pista.

Dona de um charme único, a sérvia de Belgrado mesclou faixas atuais com versões remixes de clássicos do passado, para conquistar a confiança do público em sua primeira apresentação em São Paulo.

Tijana T

Em paralelo, Dee Bufato abria as portas do Olga Stage, um palco menor e de atmosfera intimista – ambiente perfeito para quem buscava a auto conexão.

Foram três horas transitando na faixa dos 120 aos 130 BPMs, até passar o bastão para a dupla romena Vinyl Speed Adjust, que debutava nas noites da capital paulista.

Claudiu Eduard Balan e Andrei Predoi alternavam faixas entre vinis e arquivos digitais, entregando uma apresentação sólida e consistente do início ao fim.

Voltando para o palco D.Side, já são duas da manhã e é chegado o momento mais aguardado da noite, a apresentação do holandês Speedy J.

D.Side, Stage

Logo de ínicio, já era possível notar a diferença na reverberação dos PAs e na construção do set como um todo.

Uma linha mais densa e precisa deram o tom da noite a seguir, que teve como principal destaque a faixa Sonic Destroyer, do ícone da segunda geração do Techno de Detroit, Jeff Mills.

D.Side e projeções Muti Randolph

Outro destaque, não menos importante foi a instalação visual assinada por Muti Randolph no palco principal. Muti é um dos principais nomes na arte da computação 3D, e é responsável por assinar trabalhos em festivais, como:

DGTL, Coachella e pelo projeto do club D-Edge, em São Paulo.

Nesta edição, Muti mapeou instalações de LED que interagiram com o público, transformando o ambiente em perfeita sintonia.

Na sequência foi a vez do alemão Alex Do prosseguir na linha de um caminho que já não tinha mais volta.

Não à tôa o alemão do selo Dystopian foi escalado para conduzir a pista durante o horário mais nobre do evento, ao amanhecer.

Enquanto isso, o curitibano João Paulo Gromma encerrava o Olga Stage usando e abusando das técnicas de mixagens através de discos e faixas adquiridos durante sua última turnê europeia, em julho deste ano.

Olga Stage

Ainda teve mais no palco D.Side – desta vez com o espanhol Regal, que deixou de lado a seleção eclética para focar em uma linha techno consistente, recebendo bem a reação do público.

Regal alternou produções autorais com tracks de selos ainda não tão conhecidos, como Involve, Figure e Enemy Records.

Depois de duas horas intensas, o caminho estava aberto para o encerramento do dia, a apresentação em formato back-to-back (uma música atrás da outra com alternância de DJs em discotecagem) entre Renato Ratier e Stefano TT, que se estendeu até às 10 da manhã.

Renato Ratier à direita na D-Side

Esta sim teve de tudo – de clássicos de Josh Wink, a versão remix de Cover Me, uma das novas faixas do Depeche Mode através do álbum Spirit.

Depois de encerrar no Village Canindé às 10h da manhã, o público seguiu para o D-Edge onde começava o Superafter especial, que contou com a presença de Renan Mendes, Tarter, Coco e com o back-to-back surpresa entre o espanhol Regal e Renato Ratier, que se revezaram nos pick ups até a tarde do domingo.

Agora o D-Edge e o The Hole seguem com as atividades normais, com destaque para mais uma edição do D-Edge Festival em 2018, em dezembro, além de confirmarem a terceira edição do D.Side em 2019, com data à ser definida.

Mais sobre o D.Side

Um dos selos de festas do D-Edge/D.Agency, organizado em conjunto com o núcleo The Hole, dos mesmos produtores do DGTL São Paulo e The Hole Festival, o D.Side aconteceu pela segunda vez em São Paulo, no dia 04 de agosto, no Village Canindé-SP e reuniu público total de quatro mil pessoas.

Mais uma vez o label contou com a presença dos principais nomes do Techno mundial, entre eles: Speedy J (Holanda), Tijana T (Sérvia), Alex Do (Alemanha), Regal (Espanha) e Vinyl Speed Adjust (Romenia), que se revezaram com Dee Bufato, Gromma, Renato Ratier e Stefano TT, em dois palcos com uma super estrutura, durante 12 horas de programação.

A próxima edição do D.Side acontece em 2019, com data à ser definida.

colaborou pics by Flashbang e sigmaffotografia & Redação Editoria D-Side/DJ Sound

Print Friendly, PDF & Email

Comente