ADE, Amsterdã torna-se capital da música eletrônica nesta semana

DJ SOUND

ADE, Amsterdã torna-se capital da música eletrônica nesta semana

A 21ª. edição do Amsterdam Dance Event, o ADE, começou em Amsterdã na Holanda nesta quarta (19/10) e vai até o próximo domingo (23/10).

É a maior conferência do mercado de Dance Music do mundo, é anual e muitos artistas, empresários e até escritórios inteiros do segmento transferem-se para a acolhedora cidade lotando hotéis, e até mesmo movimentando até o ponto de esgotar o mercado imobiliário de locação de casas, apartamentos e lofts que se tornam base e dormitório.

A chegada de muitos ocorreu entre segunda-feira e ontem, sem contar o público vindo também de várias partes do mundo reforçando o ar cosmopolita de Amsterdã, assim como Berlin, Nova Iorque e São Paulo.

ade_2016_2

O evento é realizado anualmente no mês de outubro logo depois do verão Europeu e da temporada de Ibiza e serve para discutir o mercado, apresentar novas tecnologias e serviços.

Nos últimos cinco anos cresceu o número de brasileiros vindo ao evento todo o ano.

Entre palestras, workshops há muitas festas, e show cases de selos, gravadoras e artistas.

O Brasil tem show case do selo D.O.C. de Gui Boratto que trouxe junto o duo Elekfantz entre outros do seu casting.

Renato Ratier foi convidado e veio palestrar num painel “Creative Notes” pela Disruptive Minds.

O Rio Music Conference – RMC, também montou um QG para troca de informações com o mundo todo. O empresário Claudio Rocha Miranda, proprietário do RMC e do festival Ultra Brasil Rio Brasil 2016 também palestrou num painel de Speed Networking.

Os painéis com Ratier e Claudio Rocha aconteceram nesta quarta-feira (19/10), com boa audiência, sendo dos poucos representantes da América do Sul a palestrar nos últimos anos.

renato-ratierr

Uma das novidades desse ano é a RA Cup (organizada pelo ADE e Resident Advisor), um campeonato de futebol que acontece nesta quinta-feira (201/10); reunindo oito times (incluindo: De School, Dekmantel, Rush Hour, Numbers 10,000 HOURS and The All Stars (este com Dixon como capitão)).

A causa do é nobre, toda renda do evento será toda revertida para ações humanitárias dos refugiados na Europa.

O encerramento acontece no sábado com a terceira edição do Amsterdam Dance Festival, que cobrimos ano passado ao vivo pela DJ Sound TV (DJ SOUND TV ) .

O ADE é dedicado principalmente aos que aspiram uma função dentro do mercado seja como artista ou mesmo em outra posição (designers, A&R´s, social medias), e é bancado pela Buma, uma espécie de ECAD da Holanda que reinveste o dinheiro arrecadado no segmento para as novas gerações alimentando o ciclo da Dance Music, até hoje no mundo todo é o único evento bancado nesse formato, e que ainda recebe patrocínios, mas não depende deles para a realização do evento.

ade_2016

Nem o frio e chuva que são característicos principalmente nesta época do ano deixam de marcar presença, os brasileiros mais desavisados acabam vindos sem a proteção adequada, como casacos mais grossos e quentes, e acabam surpreendidos alguns recorrem às lojas ou arriscam a gripe, muita gente adoece mesmo com o vento de final de tarde batendo só na cara.

Uma das curiosidades é que na segunda-feira pós ADE é praticamente impossível você receber um email de resposta de quem trabalha e foi ao evento sendo o maior dayoff da indústria da música eletrônica no ano.

Ir ao ADE é um aprendizado, uma imersão no real mundo dos negócios da Dance Music, mostrando que a cena é globalizada e geram inúmeras possibilidades, o networking é gigantesco e para os novatos até dicas de como estrear no segmento na linha de frente estão disponíveis.

As idas ao ADE são um dos melhores investimentos para todos que esperam viver de forma profissional neste segmento.

Faça um planejamento e garanta sua presença para 2017.

Site oficial: AMSTERDAN DANCE EVENT

Print Friendly, PDF & Email

Comente