A dupla Feeling Pump, é a alcunha dos produtores musicais e DJs Dundes e Kazu

DJ SOUND

A dupla Feeling Pump, é a alcunha dos produtores musicais e DJs Dundes e Kazu

A dupla Feeling Pump, é a alcunha dos produtores musicais e DJs Dundes e Kazu, que detém um approach de mixar os sons da música eletrônica atual com o espectro oitentista, onde a escola do Synthpop, Electronic Body Music – E.B.M., e Rock batem forte como influências.

O Feeling Pump vem galgando passos na cena de Dance Music brasileira e desde já um dos nomes para ficar de olho em 2019.

Feeling Pump despede-se de 2018 após lançar o seu primeiro single “Freakish Girl”, pelo selo DJ Sound Music (www.instagram.com/djsound_music || https://www.facebook.com/djsoundmusicrecords), na major Warner Music (lar de nomes graúdos como Alok, Clean Bandit, David Guetta, Gorillaz, Hardwell, Robin Schulz, Pet Shop Boys, Vintage Culture, entre tantos outros, e da poderosa Spinnin Records holandesa comprada pela Warner em 2017, leia mais: Spinnin Rec Warner Music),

Veja o videoclipe oficial no canal da Warner Music Group:

Fale um pouco do seu primeiro contato com a música no geral, e o contato com a música eletrônica?
Desde crianças sempre gostamos de música e o som eletrônico desde sempre fez parte do que ouvíamos.

Onde aprendeu a sua técnica DJing? E como foi seu aprendizado na produção musical?

Eu (Kazu) desde a época das toca-discos Technics MK2 e a produção musical através de cursos on line e Youtube.

Qual a visão de um produtor musical e DJ num mercado cada vez mais competitivo como o do Brasil?

Hoje em dia você tem uma amplitude de visão para cuidar de todas as frentes que o mercado exige como por exemplo, técnica, produção, marketing, booking, etc..

Qual o set-up atual do seu estúdio?

Imac 27, Monitores-Dynaudio e Barefoot, Placa Audio-Apollo Uad 8, Controlador Midi, Vsts e Alguns analógicos.

Qual a decisão mais importante na sua vida para dedicar-se a música de forma profissional?

Não nos lembramos exatamente de ter tomado uma decisão, acredito que foi naturalmente.

A partir de que momento passou a planejar sua carreira? Recorreu a algum profissional para lhe orientar?

A partir das primeiras produções começamos a planejar os primeiros lançamentos. Mas apenas a partir deste ano (2018) que recorremos a um profissional.

 

Descobrindo os meandros da profissão o que lhe motivou, qual foi sei maior desafio até aqui?

A maior motivação sempre foi o vício pela música e a possibilidade de produzir a própria música. O maior desafio sempre é aprender e evoluir.

E o seu maior mind set no segmento até o momento, qual foi?

Nosso maior foco hoje em dia é aprimorar nossa produção, mas também estamos ampliando novas possibilidades.

Quais são os seus planos atuais?

Os planos atuais majoritariamente englobam as apresentações, os lançamentos de novas produções, aprendendo sempre e fortalecendo novas parcerias.

Aonde querem estar nos próximos cinco anos?

Queremos conhecer o máximo de pessoas e lugares através da musica. Então quem sabe uma apresentação no exterior.

Qual sua análise sobre o mercado atual de música eletrônica?

Trata se de um mercado forte e em crescimento ainda. Sempre em mutação. Justamente por isso, não nos apegamos apenas no momento mercadológico para produzir, pois acreditamos de tratar-se de um ciclo, que a qualidade musical pode sobressair em qualquer circunstancia.

Quais os seus maiores diferenciais para o mercado de música eletrônica na sua visão?

Primeiramente a busca por uma produção altamente orgânica, desde a composição instrumental, vocais, letras e a execução de variados instrumentos nas produções. Porém, mais do que isso, buscamos o som que nos satisfaça como nossas referencias, mas sem seguir modismos.

Qual foi seu primeiro disco?

Trem da Alegria  “Do clube da criança”.

Qual foi a primeira música que te impactou de fato?

Dundes – “Enter Sandman” Metallica.

Kazu – “Ceremony” do New Order.

Tem algum hobby fora música?

Dundes – Cozinha.

Kazu – Futebol.

 

Um sonho já realizado na vida?

Ter nossa própria música.

Um sonho a ser realizado?

Que nossas produções cheguem a maior quantidade de pessoas possíveis e que possa ser reproduzida da melhor maneira.

Uma frase que resuma sua pessoa e lifestyle?

A diferença do remédio para o veneno é a dose.

Links oficiais:

Facebook: https://www.facebook.com/FeelingPump/

Instagram: https://www.instagram.com/feelingpump/

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCTg2q8dCPrpOdJYGXQm3zbw

Soundcloud:

by Gonçalo Vinha

Print Friendly, PDF & Email

Comente

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.